Sábado, 14 de Setembro de 2013

Momentos de "Duas vidas & mais uma"

"Manhã cedo se levantou. Preparou-se para o dia que aí vinha sem uma noção correcta do que a esperava, só sabia que estava satisfeita pela decisão tomada e mais ainda pelo primeiro passo que nunca se achou capaz de dar. Alice estava verdadeiramente feliz, sentia-se nas nuvens, encantada com o que iria iniciar. Uma leveza de movimentos e pensamentos percorriam-na até a fazer sentir verdadeiramente eufórica. Este era o dia do início do que, pensava, seria o resto da sua vida. O pequeno-almoço foi tomado como se de há muito estivesse habituada a tais preparos, rápido, sem grandes aglomerações das variedades de comida que geralmente utilizava nos seus antigos pequenos-almoços. Em pé, quase sem dar por isso engoliu a taça de cereais com leite e preparou-se para sair de casa. Alice queria, neste primeiro dia, impressionar quem lhe tinha dado a oportunidade, queria chegar cedo para começar a conhecer as pessoas com quem iria lidar, as pessoas com quem iria passar mais tempo de hora em diante. Aqueles que como ela tinham também decidido dedicar as suas vidas vazias, achava ela, com outros que a tinham muito mais vazia e solitária e, sobretudo, que a tinham de tal forma distorcida que uma pequena atenção significava, para elas, quase a descoberta do novo mundo. Chegar cedo significava estar na sede da organização antes da hora habitual de abertura, antes das nove horas da manhã, queria lá estar às oito e meia. Nessa meia hora, presumia, que conseguiria conhecer as pessoas, senão todas, pelo menos grande parte delas. Fecha a porta de casa e desce as escadas, pela primeira vez na sua vida esqueceu-se do elevador. Chegada à rua, após a descida dos cinco andares, não se sentiu cansada nem mesmo uma ligeira fadiga lhe tolhia os movimentos. Saiu do prédio e sentiu de chofre o ar frio da manhã inundar-lhe o corpo, o rosto ganhou cores com o ar frio e, por incrível que pareça, o corpo ganhou forças. Os seus pés calcorreavam o passeio em direcção ao seu novo amor, de tal maneira leves e ligeiros que se diria ter, repentinamente, ganho asas nos pés. Estava feliz, muito feliz, verdadeiramente feliz. De tal maneira absorta nos seus pensamentos que nem reparava nas pessoas que por ela passavam. A sua cabeça fervilhava de ideias, de planos, de iniciativas que pensava vir a pôr em prática tão depressa lhe fosse possível fazer parte daquela equipe de gente que só tinha por metas o bem alheio, a ajuda a quem dela precisasse. Cai-lhe um pingo de chuva na cara, passa a mão e afasta-o sem sequer se preocupar com a chuva que estava a começar a cair lentamente e, pelo aspecto do céu, se previa viesse a ser uma hecatombe de água. Com a ânsia de sair de casa tinha-se esquecido do chapéu-de-chuva. Mas quem se iria preocupar com tal instrumento numa altura em que o seu cérebro e todo o seu ser estava virado para um outro lado, muito mais empolgante, muito mais excitante, tão altruísta como nunca conhecera em si?"


publicado por: canetadapoesia às 15:37
link do post | comentar | favorito

.Mais sobre mim


. Ver perfil

. Seguir meu perfil

. 15 seguidores

.Pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Posts recentes

. Orgulho

. 10 de JUNHO

. A república revisitada

. Consoada numa terra dista...

. Finalmente juntos (39º Ca...

. Encontro ao fim da tarde ...

. Num país diferente (37º C...

. Sobrevivência (36º Capítu...

. Evolução na confusão (35º...

. Preocupação (34º Capítulo...

.Arquivos

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Agosto 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

.Links

SAPO Blogs

.subscrever feeds