Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneta da Escrita

Temas diversos, Crónicas, Excerto dos meus Livros.

Temas diversos, Crónicas, Excerto dos meus Livros.


01.11.13

 

É deplorável deplorar.

 

É deplorável o estado a que o estado chegou.

 

É deplorável a justiça que temos.

 

É deplorável a segurança social que temos.

 

É deplorável a capacidade dos nossos gestores.

 

É deplorável o excessivo lucro que os bancos têm num país cada vez mais pobre e necessitado.

 

É deplorável que o governo imponha uma taxa especial de solidariedade à EDP e ela de imediato anuncie o aumento das taxas que temos de pagar pela electricidade.

 

É deplorável que o governo imponha uma contribuição especial de solidariedade aos pensionistas e reformados e estes não possam impor mais qualidade e eficácia ao governo.

 

É deplorável que estejamos sempre a ouvir que é deplorável e que os actores que o proferem não actuem em consonância com essa deploralidade.

 

É deplorável ter estes políticos que se cobrem e se encobrem a pretexto de tudo e de todos para se manterem acrobaticamente nos poleiros que defendem com unha se dentes.

 

É deplorável que este povo se mantenha balindo docemente e suportando todos estes deploráveis aspectos.

 

É deplorável.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub