Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneta da Escrita

Temas diversos, Crónicas, Excerto dos meus Livros.

Temas diversos, Crónicas, Excerto dos meus Livros.


29.10.13

"De volta aos seus lugares, silenciosos e atentos, o pio do mocho fez-se ouvir, sinalizando que estava tudo em ordem, voltou a cair o silêncio na chana, não se ouvia nada para além do bater do coração de cada um e a respiração que não estava ainda ofegante, entrecortada aqui e ali por uma pressão maior e nada mais.

De repente Noite Escura sente uma leve comichão no nariz, sabia o que ali vinha, quando isto lhe acontecia era certo e sabido que tinha por trás uma série de espirros que não se podia permitir neste momento. Leva o indicador ao nariz, entre a base do nariz e a parte superior do lábio, esfrega lentamente a base do nariz, foi assim que aprendeu a debelar estes ruídos que poderiam por tudo a perder, aprendeu a técnica, aplicou-a com sucesso no momento mais delicado da operação, a espera. Começa a sentir um alívio, conseguiu debelar a crise sem comprometer a sua e as posições dos companheiros, perigo passado, nada a temer.

Conjectura sobre o medo, aquele sentimento que aterroriza as pessoas mas que, de algum modo, também as transforma em heróis. Como é que as pessoas pensam que eles, por serem uma tropa especial, cheia de pergaminhos de valentia e coragem, com um treino que ia para além do que se podia suportar, não têm medo. Claro que têm, têm medo de ser apanhados desprevenidos, têm medo de não conseguir levar a cabo as missões de que são incumbidos, têm medo de ser apanhados nos tiroteios cruzados, têm medo de ficar deformados para o resto da vida com as armadilhas e granadas a que estão sujeitos quando empreendem as suas acções. Também têm medo sim e, muitas vezes, é esse medo que os lança em correria para a frente inimiga, ébrios de “vencer ou morrer”, porque sabem que o pior que lhes pode acontecer é ficar à espera quando os sinais de combate estão à sua frente. Têm medo como todos os outros."

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub