Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2013

Presépio

 

Este ano vou fazer um presépio diferente.

 

Limitei-me a manter Maria, José, o menio e uma ovelhinha e explico porquê.

 

O casal e o menino porque representam o verdadeiro espírito desta noite sagrada de Natal.

 

A ovelhinha que aqui representa a inocência de todos os que ainda têm a faculdade de acreditar em promessas incumpridas.

 

Retirei os três reis magos por razões de equidade, tinham de sair os três.

 

O do ouro, porque quanto mais nos ofertar maior a nossa dívida, está inversamente proporcional à oferta.

 

O do incenso, porque era um esforço desnecessário estar a tentar fazer com que isto cheire melhorzinho quando cada vez é mais nauseabundo.

 

E o terceiro, o Gaspar, para não ofertar mais mirra que mirrados já estamos nós e era por demais acintoso juntá-lo, neste momento, à família sagrada.

 

Por uma questão de equidade.


publicado por: canetadapoesia às 12:07
link do post | comentar | favorito

.Mais sobre mim


. Ver perfil

. Seguir meu perfil

. 16 seguidores

.Pesquisar

 

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
16
17

19
24

25
26
27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Posts recentes

. Pela vida de Noite Escura...

. Pela vida de Branquelas (...

. Uma infância feliz (3º Ca...

. Três mafarricos (2º capít...

. Fotógrafo amador

. O local

. Piratas & Pirataria

. Que calor, humano e não s...

. A velha fábrica

. Três pedras

.Arquivos

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Agosto 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

.Links

SAPO Blogs

.subscrever feeds